ATIVIDADE #5 O JOVEM DE HOJE

O que é?

Programa jornalístico em que os educadores representam os âncoras do programa e os jovens criam e apresentam as reportagens sobre temáticas de educação financeira para jovens.

Para quem?

Ensino médio. Também pode ser utilizada com os anos finais do ensino fundamental.

Onde fazer?

Na sala de aula.

Em quanto tempo?

De 60 a 90 minutos.

Quais materiais usar?

Mesa e cadeiras para representar a bancada do programa jornalístico.

Quaisquer tipos de materiais que possam colaborar na construção de cenários ou cenografia para que os jovens criem as suas reportagens. (Materiais não obrigatórios.)

Para quê?

Despertar a discussão sobre a relação causa/efeito das escolhas que temos hoje em nosso futuro financeiro e não financeiro.
Expectativas de aprendizagem?
Impactar os jovens pela vivência cênica e lúdica, estimulando a reflexão e posicionamento crítico sobre prioridades, sonhos e uso consciente do dinheiro.

Como desenvolver?

Divida os jovens em cinco equipes e entregue para cada uma um tema jornalístico que deverá ser trabalhado.
O objetivo é que cada equipe elabore uma reportagem que desenvolva o tema e apresente aos demais telespectadores formas de lidar com aquelas situações.

Separe 15 minutos para as equipes montarem a sua reportagem.

Após os 15 minutos de preparação, organize o cenário no qual a apresentação se dará em formato de programa jornalístico. Aqui, dois dos educadores farão o papel de âncoras do programa. Em cada bloco do programa os educadores-jornalistas farão uma introdução ao tema do bloco, e chamarão a reportagem (ex.: Agora, com vocês a “Equipe Vitória”). Após a chamada do âncora, a equipe sai da “plateia” e começa a apresentar a reportagem preparada.

Após a apresentação de cada reportagem, os educadores-jornalistas fazem um encerramento salientando os principais pontos apresentados pela equipe, reforçando os pontos-chaves da temática.

Abaixo, os blocos temáticos do programa jornalístico. Lembramos que cada equipe é responsável pela criação de apenas uma reportagem, por isso é imprescindível que a quantidade de blocos temáticos e a quantidade de equipes sejam a mesma.

Temáticas dos blocos:

BLOCO 1 – Você tem fome de quê?

Abordagens: prioridades é o que escolhemos para a nossa vida, o que é necessário, importante ou supérfluo de ser comprado, como as escolhas de hoje impactam no futuro; quais meus sonhos que quero conquistar e o que estou fazendo para isso?

BLOCO 2 – O dinheiro existe para guardar ou para gastar?

Abordagens: uso consciente do dinheiro, aproveitar a vida pensando no futuro, incentivo a economia e planejamento para conquista de sonhos.

BLOCO 3 – O dinheiro traz felicidade?

Abordagens: O dinheiro, como meio para a conquista de projetos de vida, é importante, mas você é mais importante, o dinheiro é um meio.

BLOCO 4 – Comprar ou não comprar, eis a questão?

Abordagens: Desejos, consumir agora ou programar para o futuro, satisfação imediata ou construção de uma conquista maior, motivação e escopo de cada compra.

BLOCO 5 – Eu sonho grande. E agora?

Abordagens: Sonhos, projetos, conquistas e como utilizar o planejamento financeiro como ferramenta para realização dos sonhos. Se quero conquistar grandes coisas, o que preciso fazer agora para conseguir alcançar meus sonhos?
Cada bloco do “programa” tem a duração de 10 minutos.

Debate

Depois de finalizado o programa jornalístico, forme um círculo e converse sobre cada uma das reportagens por vez, retomando o tema que foi abordado, quais os pontos que eles acharam mais importantes daquela reportagem, e qual seria a dica mais importante que a reportagem deu.
Faça essa discussão sobre todos os blocos temáticos, um por vez. Você pode utilizar um flip chart ou um quadro para anotar as conclusões do grande grupo.

E se?

Se a quantidade de participantes da atividade for pequena, trabalhe com número menor de blocos temáticos, podendo repetir futuramente a atividade com as temáticas que ainda não foram trabalhadas.

Para avaliar

Em círculo, pergunte para os jovens o que eles sentiram durante a atividade, qual a parte mais difícil e qual o momento em que eles se identificaram mais. Pergunte quais foram os pontos que eles acharam mais importantes; esse momento de reflexão e avaliação é importante para identificar as particularidades e expectativas da turma.

O que mais pode ser feito?

Depois da apresentação das reportagens no programa jornalístico, redistribua os temas de forma que cada equipe pegue um tema diferente do tema que apresentou a reportagem.

Peça que cada equipe crie um painel falando sobre aquele tema, utilizando as informações que viu na reportagem de seus colegas, e, a partir daí, fazer uma lista de como os jovens podem aplicar, no dia a dia, aquelas dicas apresentadas pelas reportagens.

Essa segunda etapa, quando cada equipe falará da reportagem de outra equipe, pode ser avisada antes do início da apresentação jornalística, isso aumenta a atenção e possibilita aos jovens que queiram anotar os pontos importantes de cada reportagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *