O autossustento e o trabalho como chaves para a entrada na vida adulta

A formação do jovem e a sua entrada na vida adulta desperta a atenção e se apresenta como um tema contemporâneo, preocupante e vital para o desenvolvimento da vida do indivíduo e da sociedade. Quando consideramos a formação de um indivíduo jovem, é necessário observar fatores que vão além de sua faixa etária. Seguindo as referências de OSÓRIO* (1989), HAVIGHURST apud FERREIRA** (1984) e MENEGHETTI*** (2005), além das características de maturação físicas e biológicas, são fundamentais os elementos de maturidade relacionados ao desenvolvimento psicológico, profissional e de autonomia, que determinam essa transição da fase infantil para a fase adulta.

Nessa fase de transição, a consciência da própria identidade e o desenvolvimento de um estilo de vida funcional a si (MENEGHETTI, 2003) são características importantes que estão interligadas, sendo difícil alcançar a conquista plena de uma sem o desenvolvimento da outra. Este mesmo tipo de inter-relação ocorre quando se trata da conquista do autossustento e o ingresso no mundo trabalho.

A atividade laborativa é para o jovem um desafio, pois representa a evidência de mudança do seu status de espectador para partícipe do mundo corporativo, esta fase além de dar início à conquista do autossustento, auxilia na ambientação ao mundo adulto e exige que o jovem assuma uma postura de autonomia e responsabilidade, arcando com as consequências geradas pelas suas escolhas. Para RANK apud FERREIRA (1984, p. 59) “a grande conquista do adolescente está na aquisição de sua independência, que se realiza através da atuação de uma vontade consciente”.

Dessa forma, a conquista do autossustento apresenta-se como uma tarefa de responsabilidade pessoal, que impõe ao jovem a necessidade de conhecer a si mesmo e agir de forma de forma coerente a sua identidade , construindo os meios históricos propícios para a sua realização.

*OSÓRIO (1989) – Segundo Osório, a adolescência é uma fase de maturação que não é possível de determinar o final analisando apenas a conclusão do desenvolvimento biológico, pois se trata de “um complexo psicossocial, assentado em uma base biológica” e, entre os elementos universais que determinam o final da adolescência, estão:

1) estabelecimento de uma identidade sexual e capacidade de estabelecer relações afetivas estáveis

2) capacidade de assumir compromissos profissionais e manter-se (independência econômica)

3) aquisição de um sistema de valores pessoais

4) relação de reciprocidade com a geração precedente.

**HAVIGHURST apud FERREIRA (1984) – Segundo a teoria das tarefas evolutivas, existem tarefas que devem ser realizadas e que da realização com sucesso de uma depende o sucesso ou fracasso, total ou parcial, na realização das tarefas posteriores. Entre as tarefas evolutivas da adolescência estão: selecionar e preparar-se para uma profissão e alcançar a garantia de independência econômica (sentir-se capaz de ganhar seu sustento).

***MENEGHETTI (2005) p. 21 – “O primeiro ponto ao qual uma pessoa deve se referir constantemente, para além das tantas coisas que tem (o corpo, a família, os amigos, a inteligência etc.), é a necessidade de ter em vista o próprio espaço, a referência de segurança econômica.”

Referências

DRUCKER, P. F. O melhor de Peter Drucker. São Paulo: Nobel, 2002. FERREIRA, B. W. Adolescência. Teoria e pesquisa. 2. ed. Porto Alegre: Sulina,1984. MENEGHETTI, A. O Aprendiz Líder. Tradução e organização FOIL. São Paulo: FOIL: 2005. MENEGHETTI, A. A arte de viver dos sábios. 3. ed. Florianópolis: Ontopsicologica Editrice, 2003. OSORIO, L. C. Adolescente Hoje. Porto Alegre: Artes Médicas, 1989. PREGARDIER, A. P. M. Residence de autenticação: relação entre conceituação e exercício do autossustento em jovens” Artigo disponível em http://www.faculdadeam.edu.br/_arquivos/e4f8561668e0f27f84a684a40bb6f6b4.pdf – acessado em 12 de Fevereiro de 2012. STEPHENS, Deborah C. (Org.) Diário de negócios de Maslow. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2003.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =